terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

Piratas aterrorizam nos rios amazônicos

O Sindarpa - Sindicato das Empresas de Navegação Fluvial e Lacustre e Agências de Navegação do Pará - levou ao secretário de Estado de Segurança Pública, general Jeannot Jansen, um alentado dossiê sobre a pirataria nos rios parauaras. O presidente do Sindarpa, José Rebelo III, foi acompanhado pelo vice-presidente da entidade, Breno Rodrigues, o capitão do portos Aristides de Carvalho Neto, e o presidente da Federação dos Trabalhadores em Transportes Marítimos e Fluviais do Pará e Amapá, Rodolfo Nóbrega. 

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Potências amazônicas em evidência


Vale a pena conferir a exposição “Potências Amazônicas: Biodiversidade e Diversidade Cultural na Belém 400 Anos”, no Espaço Cultural São José Liberto. São joias, acessórios, roupas e "mocaps" – projetos conceituais -, em versões inusitadas e belas.

As joias da ‘Belém 400 Anos’ destacam pontos turísticos e outras referências. As da coleção ‘Sinestesia da Floresta", com gemas vegetais, são inspiradas em frutos, no tucupi, tucumã... 

A designer Barbara Müller assina o projeto visual da mostra. Artistas escolheram logradouros ou prédios significativos dos bairros selecionados - Reduto, Campina, Comércio, Batista Campos e Nazaré. Foram trabalhados, basicamente, as fachadas e alguns objetos do interior das residências. A parte teórica realçou os estilos barroco, neoclássico, art nouveau e art décor, muito presentes na cidade. O foco é a arquitetura. 

Os pingentes da coleção "Tradição Junina", em prata de lei, chita e esmaltação paraense, da designer Helena Bezerra, são um escândalo de lindos e originais! Idem as peças da designer Celeste Heitmann, da coleção "História e Sentimentos", com inspiração na herança de família, com luxo e arte, em prata, caco de porcelana portuguesa e lápis lazuli, equilíbrio perfeito de formas e cores aliadas ao acabamento e exclusividade. 
Foto: Leandro Santana/AIB

Um desses "mocaps", denominado "Traição", criado pelos alunos Amanda Santos, Angelo Salzer, Ferdinando Magalhães e Tamires Menezes, da Uepa, faz referência ao maior movimento popular do Brasil, a Cabanagem. Em formato de cobra até o centro da cabeça, o fogo representado na peça identifica o incêndio dos cabanos em resposta à traição de Eduardo Angelim.  
Foto: Leandro Santana/AIB
O mocap “Véu da Noite”, criação dos alunos do Curso de Design da Uepa, é um adorno para cabeça inspirado nos participantes do Auto do Círio e da Festa da Chiquita. Os fios e tela em ouro simbolizam a causa e efeito de véu e pureza, pois o véu é um elemento que remete à castidade. As pedras dão o ar que representa a festa e a vontade de se libertar destes paradigmas. 
                                                                             Foto: Leandro Santana/AIB 
Já o mocap “Caminhos”, criação das estudantes Alynne Leal e Amanda Barbosa, também da Uepa, representa a peculiaridade de Belém, feita de ruas e de rios, tendo como elementos principais o traçado das ruas e as gotas da chuva. 

O colar e pingente da Coleção “Sinestesia da Floresta”, da designer Clara Amorim, em prata 925 com gema vegetal de jambu e gema mineral crisoprásio, é outro destaque, assim como a bolsa “Telhados da cidade antiga”, da designer Rosa Castro, confeccionada em tressê fibra de arumã, couro de boi e madeira. 

Os colares e pingentes da Coleção "Belém - Uma Poesia do Imaginário", em fibra, com metal e madeiras pupunheira, imbuia e miri, da designer Brenda Lopes, também sobressaem, da mesma forma que o colar  em prata com chifre de búfalo pirografado e fio laminado sintético, da designer Ana Everdosa. 

Integram a exposição nove coleções, 200 objetos e produtos, quatro setores criativos (joias, moda, design e artes plásticas), estudantes de Moda e Design de Produtos, três universidades, 31 criadores e designers profissionais, 40 empresas, empreendedores individuais e microempresas, 70 profissionais prestadores de serviços dos setores de moda, joias, artesanato, e artes plásticas, cinco curadores, oito consultores e um coletivo de criadores. 


A mostra ficará aberta ao público até o dia 13 de março, de terça a sábado, das 9h às 18:30h, e aos domingos e feriados, das 10h às 18h. A promoção é do Governo do Pará, via Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Instituto de Gemas e Joias da Amazônia e Núcleo Estadual de Arranjo Produtivo Local. 

As fotos são de Leandro Santana.

Lista tríplice para a AGU

Como o Advogado-Geral da União, Luís Inácio Adams, já anunciou que só fica no cargo até o fim deste mês, a UNAFE/ANPAF (ANAFE), o SINPROFAZ e a APBC já protocolaram, na sexta-feira (05), na Presidência da República e na Casa Civil, ofício conjunto informando que encaminharão lista tríplice com membros das carreiras da AGU para ocupar a vaga. Foi destacado, também, que a nomeação do Procurador-Geral da República já é tradicionalmente precedida de elaboração de lista tríplice pela Associação Nacional dos Procuradores da República em consulta direta aos membros do Ministério Público Federal. 

Clique aqui para ler a íntegra do ofício à Presidência da República e aqui para conferir o ofício à Casa Civil.

domingo, 7 de fevereiro de 2016

Criança precisa de sangue

O pequeno Emerson Davi Martins de Souza, 10 anos, diagnosticado com anemia hemolítica autoimune, precisa   de transfusão de sangue porque será submetido a uma cirurgia urgente para retirada do baço e da vesícula biliar. Seu tipo sanguíneo é O+ mas qualquer outro tipo sanguíneo será bem vindo pois pode ser compatível. Doadores devem ir ao Hemopa e informar o nome do menino, que está internado no hospital Rio Mar (Trav. Antônio Baena, 537, Marco, Belém-PA). Ajudem a salvar uma vida!

Puty é favorito para o comitê do FI-FGTS

Ex-chefe da Casa Civil do governo do Pará, ex-deputado federal e atual secretário-executivo do Ministério do Trabalho, tendo passado também pela área internacional do Ministério do Planejamento, o economista parauara Cláudio Puty, professor licenciado da UFPA, é o favorito na eleição para a presidência do comitê que define os investimentos  do FI-FGTS, em março. O Fundo, de natureza privada, criado pela Lei nº 11.491/2007, administra mais de R$20 bilhões, que podem ser aplicados em empreendimentos dos setores de energia, rodovia, ferrovia, hidrovia, porto, saneamento e aeroporto de acordo com as diretrizes, critérios e condições que dispuser o Conselho Curador do FGTS. 

O FI-FGTS pode participar de projetos contratados sob a forma de parcerias público-privadas (PPP) e é administrado, gerido e representado judicial e extrajudicialmente pela Caixa Econômica Federal.  

O Comitê de Investimento é composto por doze membros e respectivos suplentes, técnicos aprovados e designados pelo Conselho Curador, a partir de indicação dos órgãos e entidades de governo e das bancadas da sociedade civil que o integram e têm mandato de 2 anos, admitida a recondução. A presidência do Comitê é rotativa, sendo o presidente eleito dentre os seus membros, com mandato de um ano.

Narrativas do Território da Cobra Grande

Vejam só: projeto da Universidade Federal do Oeste do Pará vai resgatar a cultura imaterial no Território da Cobra Grande. Idealizado por dois universitários do curso de Antropologia, Patrícia Juruna e João Tapajós, o projeto de extensão universitária "Arte na Aldeia: Encantando com os Encantados", coordenado pela Profa. Lilian Rebellato, pretende fazer registro fonográfico das histórias contadas aos curumins e cunhatãs. A fase de coleta das narrativas é nas comunidades Arimum, Karuci, Lago da Praia e Garimpo, onde vivem as etnias Arapiun, Jaraki e Tapajó, no Território da Cobra Grande, na região do Arapiuns. CDs, materiais didáticos e teatro de fantoches com os relatos poderão ser utilizados nas escolas das comunidades, de forma bilíngue, traduzidas para o nheengatu, já que essas comunidades vivem um processo de resgate da própria identidade indígena, perdida com o processo de colonização e catequização. 

A iniciativa se pauta no perspectivismo ameríndio, conceito desenvolvido pelo antropólogo brasileiro Viveiros de Castro, no qual o autor qualifica as várias cosmologias ameríndias. A previsão, ao final da atividade, é realizar o 1º Festival Artístico Cultural do Território da Cobra Grande, com teatro de fantoche e lançamento de todo o material produzido no projeto.

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Belém dos Viajantes

Foto: Ascom FCP
Vale a pena conferir a exposição “Belém dos Viajantes”, que retrata a cidade entre os séculos XVII e XIX. Entre as imagens que encantam o público, há um desenho mostrando a vista de Belém a partir da Baía do Guajará e uma caravela a passar próximo à orla, assim como uma figura do século XVIII estampando a Igreja das Mercês, com uma visão aberta para a Baía do Guajará ao fundo e muitas embarcações. O horário de visitação é de segunda a sexta, das 8h às 18:30h, até 29 de fevereiro, no Hall Ismael Nery, do Centur (Av. Gentil Bittencourt, 650 – Nazaré) e o acesso é gratuito. O material foi pesquisado por Alan Lima e Luiza Amador, historiadores da Biblioteca Arthur Vianna

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Mudança no mercado

A jornalista Daniella Wallendorf deixou a equipe de Comunicação da regional norte da Vivo. A operadora perde uma profissional competente e dedicada. Antes, Dani já trabalhou na Rede Cultura de Comunicação e na RBA - Rede Brasil Amazônia. Certamente logo abraçará outro desafio. Boa sorte à coleguinha.

O patrimônio de Belém em ruínas


Em novembro de 2010 a presidente da Associação Cidade Velha - Cidade Viva, Dulce Rosa Rocque, fez esta foto de um casarão na Trav. Cametá que já estava em ruínas. Uma placa informava que aquela edificação era do Estado do Pará. Na época, somente alguns azulejos sobravam no alto da construção. Pois sábado passado ela acabou de ruir e ficou assim como se observa em nova foto da vigilante Dulce Rosa: os azulejos praticamente desapareceram, e a telhas também. A placa foi retirada. 

A lei nº 7.709/94 dispõe sobre a preservação e proteção do patrimônio histórico, artístico, ambiental e cultural do município de Belém. E as Portarias nº 060 /2013– GAPRES/FUMBEL, de 18 de março de 2013, e nº 060/2013-GAPRES/FUMBEL estabelecem sanções e multas para quem não respeita a lei nº 7.709/94.

Só que nada acontece com a eficiência e eficácia necessárias para cumprir os dispositivos legais e preservar a memória da cidade. Aqui, como se repete jocosamente, lei é potoca.

Bate a desesperança quando, em pleno Largo da Sé, no conjunto arquitetônico mais bonito e representativo de Belém, berço da cidade, a ex-sede da Fumbel, órgão nascido pra cuidar do patrimônio histórico do município, incendeia por falta de manutenção. Como a Prefeitura poderá exigir dos cidadãos donos de casas antigas aquilo que a própria administração pública não respeita?

Ministro da Saúde prioriza o partido

O ministro da Saúde, Marcelo Castro, se licenciará do cargo só para reassumir como deputado federal e votar a favor do candidato à Liderança do PMDB que o governo federal apoia. É uma vergonha. Enquanto isso, a saúde pública vai à bancarrota.

A mensagem do governo e a reação


Fotos: Antonio Silva
Ao ler sua mensagem na abertura do ano legislativo, na Alepa, o governador Simão Jatene lembrou que mais de um milhão e meio de brasileiros perderam seus empregos em 2015, que há 23 anos o País não perdia tantos empregos num só ano, e o Pará é um dos poucos estados do Brasil cujo PIB não apresentou variação negativa quando o País encolheu o triplo do crescimento da população.  

Em 2010, a arrecadação própria do Pará foi de R$8 bilhões, em valores constantes, e, em 2015, alcançou R$ 11,4 bilhões, registrando um crescimento real, no período, de 42,9%, que corresponde, na média, a 7,39% por ano. Já as receitas transferidas da União, que foram de R$ 4,9 bilhões em 2010, chegaram a apenas R$ 5,4 bilhões em 2015, número que, em termos reais, é inferior a 2011, quando as transferências foram de R$ 5,6 bilhões, assim como nos anos de 2012, 2013 e 2014. Na saúde, tem sido catastrófico: todas as 12 unidades hospitalares têm mais de 70% do seu custeio bancado pelo Estado. O desafio é grande para o futuro, pontuou Jatene. 

Falando pela oposição, o deputado Lélio Costa(PCdoB) contrapôs os argumentos do governador e disse não caber tentar atribuir os problemas do Estado à crise econômica do País. Reclamou que suas emendas foram vetadas pelas bancadas da situação e fez pesadas críticas aos setores de educação, saúde e segurança, principalmente, além de ressaltar os conflitos fundiários. Sobrou até para o prefeito Zenaldo Coutinho uma enxurrada de críticas à sua administração.

O líder do PMDB, deputado Iran Lima, se queixou do tempo para falar na tribuna e alfinetou a questão da mobilidade urbana, que a cada dia tira a qualidade de vida do trabalhador, além de apontar defeitos na política de segurança, saúde e educação. Frisou que as críticas são importantes para o governador saber a real situação do Estado. Mas disse que no momento em que o governo acerta ele apoia, por fazer oposição responsável. 

Para ler a íntegra da Mensagem, clique aqui.

Obrigada, amigos!

Agradeço a todos os que me enviaram mensagens carinhosas pelo meu aniversário, via telefone, e-mail, Messenger, Twitter, WhatsApp e Facebook. Ainda não consegui responder a todas individualmente, mas saibam que tocaram fundo no meu coração e me animam a prosseguir na jornada cotidiana. Vamos, então, juntos!

O MP e a questão infantojuvenil

As Promotorias de Justiça de Portel e de Curralinho, no arquipélago do Marajó, com o auxílio do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude, realizam este mês audiências públicas sobre violência sexual contra crianças e adolescentes e o trabalho infantil. Serão abertas ao público e qualquer participante inscrito terá o direito de apresentar suas contribuições acerca do tema. 

Em Portel, será neste 24 de fevereiro, a partir de 8h, no salão do Tribunal do Júri do Fórum Desembargador Antônio Holanda Chacon (Av. Augusto Montenegro, 510, bairro do Bosque). O evento será presidido pelo promotor de justiça André Cavalcanti de Oliveira, titular da comarca local.

Em Curralinho, vai ser no dia 29 às 14 h, na Colônia de Pescadores, sob a responsabilidade da promotora de Justiça titular, Nayara Santos Negrão. 

Assuntos estes como a frequência constante de crianças e adolescentes em bares, boates e blocos carnavalescos, em horários inadequado, assim como a venda de bebida alcoólica, gravidez na adolescência e o papel do Conselho Tutelar diante de tudo isso, serão abordados. 

Cliquem aqui para conferir o edital de Portel e aqui para ler o edital de Curralinho.

Financiamento de projetos sociais

A Vara de Execução de Penas e Medidas Alternativas publicou no Diário da Justiça Eletrônico o Edital nº 02/2016, que dispõe sobre a seleção e cadastramento de projetos a serem beneficiados com recursos oriundos da execução de penas e medidas alternativas na modalidade Prestação Pecuniária. A juíza Andréa Lopes Miralha, titular da Vara, tem R$ 496.729,85 para aplicar nos projetos selecionados e o prazo para apresentação segue até o dia 11 de março. Podem se cadastrar entidades e instituições públicas ou privadas com finalidade social ou ambiental, sediadas e atuantes na região metropolitana de Belém e já credenciadas junto à VEPMA. Os projetos devem ter relevante e significativa extensão social, ou estar relacionados a atividades de caráter essencial à segurança pública, educação e saúde, desde que atendam às áreas vitais de cunho social e área ambiental. Têm que iniciar e terminar em 2016, com orçamento de, no máximo, R$ 50 mil. 

Em 2015, de 13 projetos inscritos só seis foram habilitados pela Comissão Julgadora, formada pela juíza Andréa Miralha, pela promotora de Justiça Ociralva Tabosa, e por dois servidores do Setor de Atendimento Interdisciplinar. 

Dos seis habilitados no ano passado, três são oriundos da APAE Ananindeua (Aparelhamento do Centro de Atendimento Multidisciplinar de Saúde, com orçamento de R$ 8.210,00; Elevador Adaptado de Acesso ao Cidadão: Garantia de Acessibilidade a Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, com orçamento de R$ 60.000); e Sala de Leitura e Vídeo: Da Emoção de Ler à Descoberta do Prazer Conquistado pelo Olhar, que teve orçamento de R$ 11.189,00). Os outros três são da Coordenadoria de Prevenção, Tratamento e Redução de Danos do Consumo de Drogas, da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Programa de Educação e Reflexo sobre o Uso Abusivo de Drogas, com orçamento de R$ 4.896,00); da Biblioteca Pública Avertano Rocha, da Prefeitura de Belém (Modernização das Bibliotecas, com orçamento de R$ 12.800,00); e da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Júlia Seffer (Adequação e Climatização nas Salas de Aula, com valor de R$ 49.998,87). 

Em 2014, o Conselho Nacional de Justiça selecionou dois projetos do Judiciário paraense dentre as 14 boas práticas adotadas pelos tribunais brasileiros na aplicação de recursos de penas e medidas alternativas, apresentados pela juíza Andréa Miralha no I Fórum Nacional de Alternativas Penais: “Aumentando a quantidade de materiais utilizados na sala de Brinquedoteca da Unidade APAE de Ananindeua”, que recebeu R$ 54.647,00; e “Construindo vínculos familiares, afetivos e sociais”, da Creche Lar Cordeirinhos de Deus, que recebeu R$ 52.671,20. 

A APAE Ananindeua recebe para tratamento, por semana, em torno de 250 usuários com deficiência intelectual, múltipla e autismo, na faixa etária de 0 a 50 anos. Já na creche o dinheiro possibilitou abrigo para crianças de 7 a 12 anos vítimas de abuso e exploração sexual e abandono familiar, encaminhadas para o local pelos conselhos tutelares e Juizado da Infância e Juventude. 

A antiga cidade de Ford na Amazônia


Bom dia, amigos, sexta-feira de carnaval com muita alegria e responsabilidade! Na foto do padre Sidney Canto, cena do amanhecer na antiga cidade de Ford no coração da Amazônia, Fordlândia, distrito do município de Aveiro, no Oeste do Pará.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Caos no HPSM do Guamá

No Pronto Socorro do Guamá, os médicos irão paralisar suas atividades amanhã, durante 24 h. O atendimento será interrompido a partir das 7 horas. Só os pacientes com risco de morte serão atendidos. Imaginem o caos. Em documento assinado por mais de 50 médicos e encaminhado hoje ao secretário municipal de saúde de Belém e à diretora do HPSM do Guamá, os profissionais relatam que pacientes com risco de morte se aglomeram na recepção e nos corredores do hospital e sequer o aparelho de eletrocardiograma estaria funcionando efetivamente. São frequentes agressões verbais e até físicas contra os trabalhadores do hospital. Com o aumento da demanda, os plantonistas não conseguem o intervalo para o almoço e descanso. Eles reclamam, também, de defasagem no valor dos plantões. A equipe médica estabeleceu prazo de 15 dias para que a Sesma se manifeste sobre as reivindicações e ameaça greve.

A solidariedade pode mudar o mundo

O médico radiologista Arthur Lobo, sensibilizado com a situação da pequena Kelly Vitória de Sá Silva, de 5 aninhos, natural de Curralinho, no arquipélago do Marajó, que estava há uma semana no Pronto Socorro do Guamá, em Belém, sentindo fortes dores abdominais e vomitando, esperando para fazer uma tomografia, entrou em contato com o blog e atendeu hoje pessoalmente a criancinha em sua Clínica Lobo, de modo gratuito. É um exemplo de generosidade que merece ser destacado, até mesmo para estimular em mais pessoas gestos humanitários. Agradeço ao Dr. Arthur Lobo, em nome da Comissão Justiça e Paz da CNBB Norte II, por sua bondade e excelência no serviço. 

Feito o exame, a criança precisa de tratamento adequado. Não pode continuar no PSM, que está superlotado, com pessoas doentes pelo corredor, aguardando leito. Quem puder ajudar, por favor consiga a transferência dela para um hospital onde possa ter atendimento digno.

Dois prefeitos condenados e inelegíveis

Os ex-prefeitos Francisco Feitosa Farias (de São Domingos do Capim) e Fernando Edson dos Santos Loureiro  (de Santarém Novo), condenados pela Justiça Federal em Castanhal por improbidade administrativa, tiveram seus direitos políticos suspensos e vão ser obrigados a devolver mais de R$ 2,5 milhões, mais multa equivalente a 1/8 desse valor. As ações foram ajuizadas pelo procurador da República Bruno Soares Valente, do Ministério Público Federal. 

O ex-gestor de São Domingos do Capim, declarado inelegível por 7 anos, cometeu irregularidades na aplicação de recursos repassados pelo Ministério da Saúde, conforme relatório do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus). Ausência de processos licitatórios, inexistência de plano municipal de saúde, falta de medicamentos e deficiência de transporte para remoção de pessoas foram apontadas pelo órgão. 

Já o ex-prefeito de Santarém Novo não prestou contas de recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação nos anos de 2006 e 2007. O dinheiro era destinado ao Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar. Terá que devolver R$ 30 mil aos cofres públicos, além de multa no valor da última remuneração recebida e inelegibilidade por três anos. 

Leiam aqui a íntegra da ação de São Domingos do Capim e aqui o inteiro teor da ação de Santarém Novo.

Risco de desabamento em Ajuruteua

O Ministério Público Federal recomendou ao prefeito de Bragança, padre Nelson, providências urgentes no sentido de interditar imediatamente os imóveis na praia de Ajuruteua que estão sob risco de desabamento, isolar essas construções e abrigar os moradores. O MPF também pediu atenção redobrada durante o carnaval, quando aumenta o número de banhistas. Se o prazo de 48h não for cumprido ou se a resposta da prefeitura for considerada insuficiente, o caso irá à Justiça. O procurador da República Bruno Valente alerta que, além de já muito expostas à erosão, as estruturas sofreram fortes impactos pela ação da maré na semana passada e a Marinha previu para terça-feira de carnaval a maior maré de todo o mês de fevereiro. 

A erosão da praia de Ajuruteua, tema de análises e denúncias de cientistas, vem sendo investigada pelo MPF desde 2015. Dados do Corpo de Bombeiros, do Serviço Geológico do Brasil, da UFPA e da Universidade Federal Rural da Amazônia apontam a urgência de medidas para resguardar as vidas dos moradores e frequentadores do local. 

Leiam a íntegra da recomendação aqui.

Os rios e a integração internacional


Bom dia, amigos, quinta-feira de luz, esperança e garra para vencermos os desafios que nos são impostos! E vamos que vamos! Na foto da Irmã Henriqueta Cavalcante, o rio Oiapoque, na fronteira do Amapá com a Guiana Francesa. Aliás, muita gente não sabe, mas o antigo SNAPP (Serviço de Navegação da Amazônia e Administração do Porto do Pará), órgão encarregado da gestão da Port of Pará e da Companhia de Comércio e Navegação do Amazonas, criado em 27 de abril de 1940 e extinto através do Decreto 61.600, de 6 de setembro de 1967, tinha uma linha regular de cargas e passageiros Belém/Caiena/Belém, com escalas em Macapá, Oiapoque e St. George, utilizando dois navios "gaiolas" denominados "Oiapoque" e "Cassiporé". Com a extinção do SNAPP, em seu lugar foram fundadas a Companhia Docas do Pará (CDP), com a função de "promover a administração dos portos organizados e terminais do Pará", e a Empresa de Navegação da Amazônia S/A (ENASA), destinada a "explorar o transporte aquaviário da Bacia Amazônica", esta também já extinta. Quem sabe tudo dessa época é o jornalista Alyrio Sabbá, que há 45 anos escreve uma coluna especializada em navegação, em O Liberal, e começou a trabalhar justamente no SNAPP.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Criança há 1 semana sem atendimento no PSM

Kelly Vitória de Sá Silva, de apenas 5 anos, está internada desde a quinta-feira da semana passada no Pronto Socorro do Guamá, em Belém, passando mal e esperando para fazer uma tomografia abdominal, mas até agora nada de ser atendida. Apelo ao prefeito Zenaldo Coutinho em favor dessa criancinha, que é de família carente de Curralinho, um dos municípios mais pobres do Brasil. A responsável pela menina é Leila de Sá Silva, e o contato com ela pode ser feito via (091)983646684.

Santarém, princesa da luz


Bom dia, amigos, quarta-feira abençoada para todos nós! Esta é a Ponta da Maria José, em Santarém do Pará, que dá as boas-vindas aos visitantes, cantada em prosa e verso pelos poetas. Foto de Paulo Alho.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Indolência amazônica


Bom dia,amigos, terça-feira de paz e esperança para todos nós! Na primeira semana de fevereiro, nada melhor do que, em amazônica indolência, se espreguiçar na rede com a vista da praia de Pindobal, em Belterra. A foto é de Emi Okada Pereira.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

A APL envergonhada

Os membros da Academia Paraense de Letras estão muito constrangidos com a agressão verbal de que foram vítimas o venerando presidente da APL - engenheiro, arquiteto e escritor Alcyr Meira, de 81 anos, cujo curriculum brilhante e educação e doçura são conhecidos por todos -, e a 1ª secretária do Silogeu. O autor é o também acadêmico Júlio Victor Moura, e o motivo, a disputa pela presidência da instituição. Quando a violência, ainda que moral e psicológica, chega a uma Casa de literatos, a gravidade é imensa. Nada justifica a violência, ainda mais em um local que deveria abrigar almas superiores. 

Dança nas cadeiras do INSS e SRTE-PA


O médico Márcio Maués é o novo superintendente do INSS no Pará. E o ex-deputado Esmerino Batista, o Miriquinho, assumiu a SRTE-PA (Superintendência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego). Ambos são filhos de Abaetetuba. A cidade está uma festa só.

Troca-troca do PT e PSol para o PPS

O Partido Popular Socialista está robustecendo sua horta eleitoral. O deputado federal Arnaldo Jordy, que preside a sigla no Pará, já arrebanhou quadros de outras legendas para lançar na campanha deste ano. Na sexta, 29, o prefeito de Bragança, padre João Nelson Pereira Magalhães, deixou o PT e se filiou ao PPS, pelo qual vai tentar a reeleição. No sábado, 30, em Viseu, Mauro Brito abandonou o PSOL e se mudou de mala e cuia para disputar a prefeitura pelo PPS. Em Augusto Corrêa, a prefeita Maria Romana, também eleita pelo PT, tem o apoio do PPS para se reeleger. 

Violoncelistas da Amazônia: nova turnê



A Orquestra de Violoncelistas da Amazônia, regida pelo professor doutor Áureo DeFreitas, da Escola de Música da UFPA, foi convidada para um intercâmbio cultural em Columbia, St. Louis, Kansas City, Miami e Washington-DC (Estados de Missouri, Flórida e Washington, nos EUA) e em Quebec (Canadá). O primeiro passo é ir a Brasília tirar os vistos para 26 integrantes da OVA, o que custará R$ 35.850,00. Para arrecadar o valor necessário à ida a BSB, a partir de hoje está no ar a campanha de crowdfunding na plataforma www.eupatrocino.com.br. A orquestra já tem garantida alimentação e hospedagem nos dois países. Para conseguir viabilizar as passagens ao Exterior, será feita nova campanha de financiamento coletivo. A viagem está planejada para o dia 4 de agosto de 2016. Assistam ao vídeo que explica a atuação da OVA, entrem logo no site, façam suas contribuições e escolham uma recompensa. Os jovens músicos merecem!


Nota da Amatra8, OAB-PA, ATEP e TRT8


Nas aquáticas rodovias parauaras


Bom dia, amigos, que a semana seja leve e produtiva para todos nós! E vamos que vamos! Na segunda-feira preguiçosa, mais uma da série 'Este rio é minha rua', do Emir Bemerguy Filho. No Tapajós, consagrado o rio mais belo do mundo, o condutor não abre mão da sombrinha estilosa, assim como o passageiro. É que, mesmo nas aquáticas rodovias parauaras, e sob o céu encoberto pelo inverno amazônico, o sol sempre há que brilhar.

domingo, 31 de janeiro de 2016

Leããããããooooo!


A temporada de futebol começou muito bem para a torcida azulina. Em jogo de 8 gols, o Clube do Remo venceu o Águia de Marabá por 5 a 3 na estreia do Parazão 2016. Noite de festa para o Leão.

Relações tempestuosas

Quando finalmente todos festejavam se ver livres da enxurrada de matérias, notas e fotos sobre o caso "Chimbinha X Joelma", eis que a cantora Thábata, nova vocalista apresentada com estrépito ao público, já teve entrevero seríssimo com Ximbinha (agora com X) e caiu fora da banda. Durou só dois meses a dupla. Um recorde. Causa espanto o motivo alegado em nota oficial - vejam só! - : "divergências conceituais" em relação o Projeto X-Calypso, lançado em outubro de 2015. Assim não tem gerenciador de crise que dê jeito. Como será que o guitarrista grafará seu nome agora? Cartas para a redação!

Hoje, Remo X Águia pela TV e internet


O Clube do Remo estreia hoje no Campeonato Paraense de Futebol 2016 jogando contra o Águia de Marabá, às 16h, no Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão. Com patrocínio do Governo do Estado, o Parazão é transmitido com exclusividade pela TV, Rádio e Portal Cultura. A TV Cultura retomou o programa “Meio de Campo”, com novos apresentadores, formato interativo e até aplicativo para smartphone. Syanne Neno e Danilo Pires comandam a nova versão do programa, dirigido por Ana Peres e exibido sempre uma hora antes de cada partida, e que continua após os jogos, com transmissão ao vivo pelo Portal Cultura durante a semana e também pela TV Cultura aos domingos. Quem não estiver no Estado pode acompanhar a programação pelo Portal Cultura clicando na aba “TV ao Vivo”. As pessoas podem enviar vídeos através do WhatsApp (91) 98402-4505, mostrando como estão assistindo aos jogos, em casa com a família, no bar com os amigos ou mesmo no estádio. O material será exibido durante o programa. Os internautas também podem comentar os jogos usando a tag #MeioDeCampo. 

No primeiro “Meio de Campo” do Parazão 2016, três convidados especiais: o ex-jogador do Paysandu Zé Augusto, o cronista esportivo Guilherme Guerreiro e o rapper Dime Cronista ao lado do DJ Pro EFX, além do jornalista Nilson Cortinhas. 

O Parazão 2016 segue até o dia 6 de março. Um terço do campeonato será jogado em Santarém, isto porque três das dez equipes são de lá. Dois grupos disputarão dois troféus: Taça Cidade de Belém e Taça Estado do Pará. No Grupo A1 estão Águia de Marabá, Cametá, Parauapebas, Clube do Remo e São Francisco. No Grupo A2 estão Independente, Paragominas, Paysandu, São Raimundo e Tapajós. Os jogos serão no Mangueirão (Belém), Rosenão (Parauapebas), Colosso do Tapajós (Santarém), Zinho de Oliveira (Marabá), Arena Verde (Paragominas), Navegantão (Tucuruí), Parque do Bacurau (Cametá) e Curuzu (Belém).  

Multimodalidade amazônida-parauara


Bom dia, amigos, domingueira de paz e alegrias para todo mundo! Na Amazônia parauara a multimodalidade cabocla é assim. A cena é no rio Tucunduba, dentro do campus da UFPA, em Belém. Foto de Manuel Dutra.

sábado, 30 de janeiro de 2016

Celpa abate conta de luz com recicláveis

Em tempos de crise, a saída é prestar atenção às oportunidades para esticar o dinheirinho e reduzir as contas. Pouca gente sabe, mas no ano passado a Celpa lançou o Ecocelpa, inicialmente implantado na região metropolitana de Belém. A grande sacada é a possibilidade de fazer a troca de resíduos recicláveis por descontos na conta de energia elétrica, que está lá nas alturas. Em 10 meses, a concessionária instalou três postos volantes de troca em pontos estratégicos: em frente à sua sede, outro no Santuário de Fátima e mais um em Ananindeua. No total, já foram coletadas cerca de 206 toneladas de resíduos, quantidade que significa 616 kg capturados de CO2 (gás carbônico) e uma economia de mais de 945 MWh, uma vez que para cada tipo de material reciclado há economia energética, devido ao seu reprocessamento e a não retirada direta da natureza. 

A população pode levar até os postos materiais como embalagens tetra pack, metais, papeis e resíduos orgânicos (óleo de cozinha). Nos postos de troca há uma maquineta onde os resíduos são pesados separadamente de acordo com a sua categoria. O cliente fornece o número da unidade consumidora (tem na conta de luz) para a qual deseja o desconto, daí é feita a contabilidade conforme o peso,  com a emissão de uma nota referente ao desconto, que já ficará cadastrado. O melhor é que não há limite na quantidade e o bônus pode ser acumulativo, se o valor dos resíduos ultrapassar o total da conta de energia. Nesse caso, o cliente poderá obter o desconto na fatura subsequente. 

Outra coisa muito bacana é que as empresas que fizerem a entrega de resíduos sólidos no posto poderão doar a seus colaboradores ou a instituições de caridade o desconto obtido. 

Este ano o Ecocelpa vai expandir seus postos de coleta em Belém. Um posto fixo deverá ser instalado na Av. Romulo Maiorana (antiga 25 de Setembro), na esquina da Trav. Curuzu. Outro ponto volante será implantado nas imediações do Santuário de Perpétuo Socorro, na Rodovia Arthur Bernardes. Haverá também um posto itinerante que ficará cada semana em um bairro. 

Confiram os resíduos que podem ser trocados:

Plásticos: garrafas pet, embalagens de produtos de limpeza, de massas, potes de manteiga e margarina, baldes e bacias, entre outros similares.

Metais: latas de alimentos, refrigerantes, cervejas, panelas e sucatas de ferro.

Papel: jornais e revistas, papel comum, livros e papelão.

Tetra Pack: caixas de leite ou sucos, caixinhas de molhos ou achocolatados.

Resíduos orgânicos: óleo de cozinha usado.

Anotem os horários de funcionamento dos postos:

- Largo do Santuário de Fátima: às quartas, de 8h às 12h e das 14h às 17h e aos sábados das 8h às 12h.

- Sede da Celpa, na Augusto Montenegro, Km 8,5: às segundas e quintas, de 07:30h às 11:30h e das 13h às 17h. 

- Posto em Ananindeua, na Paróquia do Divino Espírito Santo, situado na Av. Arterial 18, no conjunto Cidade Nova IV: às terças e sextas, de 8h às 12h e das 14h às 17h.   

Agora é só aproveitar! Parabéns à Celpa pela iniciativa e aqui vai logo o pedido do blog para levar esse benefício urgentemente a todo o interior do Pará.

As belezas à margem do rio Araguaia(PA)


Bom dia, amigos, sábado maravilhoso para todos! Às margens do Araguaia há mais de 20 praias de água doce ao longo do litoral entre o Pará e o Tocantins. Tem cachoeira, gruta, floresta, muito banho de rio e um por do sol ímpar. De julho e outubro, quando o leito do rio está mais baixo e a água fica ainda mais cristalina, o verão garante espelhos d’água e lindos bancos de areia. Esta fica em Conceição do Araguaia, no sul do Pará, que também tem a cachoeira Santa Isabel e a gruta Buraco das Moças. O município data dos tempos coloniais, originário do território de Baião. Em 1897, Frei Gil de Vila Nova fundou um arraial com o nome de Conceição do Araguaia, que passou a freguesia em 14 de abril de 1900. O nome Conceição é uma homenagem à padroeira da localidade original, Nossa Senhora da Conceição. Araguaia é expressão tupi que significa "rio do vale dos papagaios". Gentílico: araguaiano ou conceicionense. Vale a pena visitar. A foto é de Lucivaldo Sena.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Reajuste escalonado nas travessias fluviais

O governo do Estado decidiu escalonar o aumento da tarifa para a travessia Icoaraci-Porto de Camará, em Salvaterra, no arquipélago do Marajó, operada pela Henvil. O reajuste de 11,74% será aplicado da seguinte forma: 6% a partir do próximo dia 2 de fevereiro, e o restante com a entrada em operação do novo ferry-boat da empresa, prevista para junho deste ano. 

Anotem os percentuais de reajuste nas demais travessias:

Para Colares: em 2/02/2016, 22%; em janeiro de 2017, 18,34%; e em janeiro de 2018, 18,34%.  

Para São Domingos do Capim: em 2/02/2016, 22%; em janeiro de 2017, 18,31%; e em janeiro de 2018, 18,31%.

Para o Alto Acará: em 2/02/2016, 22%; em janeiro de 2017, 17,17%; e em janeiro de 2018, 17,17%.

Para o Alto Capim: em 2/02/2016, 20%; em janeiro de 2017, 14,88%; e em janeiro de 2018, 14,88%.

As operadoras assumiram o compromisso de melhorar os serviços oferecidos à população. 

Paciente precisa de sangue no HOL

Domingos Luiz Wanderley Picanço Diniz, irmão do ex-reitor da UFPA, professor pós doutor Cristovam Diniz, e do ex-prefeito de Oriximiná, Argemiro Diniz, vive situação de alto risco gerada por forma rara de Leucemia Mieloide Aguda. A equipe médica da hematologia que cuida dele no Hospital Ofir Loyola informou à família que, para evitar novos sangramentos que já comprometeram sua visão, ele precisará fazer transfusões de plaquetas diárias até que as suas plaquetas circulantes atinjam níveis adequados. Doadores devem se dirigir ao Hemopa e informar o nome completo do paciente. Ajudem a salvar uma vida!